Preacher

E aí?”. “Como assim, e aí?”. “E aí, vai me contar o que aconteceu em Masada?”. “Ah, bom, deixe-me ver: tinha um anjo, uma puta, um eunuco, várias dúzias de idiotas, um irlandês que não morria, um Homem-Holocausto com um sobretudo, um ou outro banquete de 20 pratos em nome da mãe de todos os fodidos glutões, relações incestuosas, desentendimentos familiares, bulimia, uma criança retardada – o que é sempre bom para dar risada – e a destruição absoluta de nosso altar mais sagrado e retiro secreto com a detonação de uma bomba de 50 toneladas. E tinha também Jesse Custer …

Jesse Custer, personagem principal da série “Preacher”, minha História em quadrinhos favorita do meu selo favorito, Vertigo, é um pastor possuído por uma entidade nascida do cruzamento entre um anjo e um demônio capaz de meter medo ao próprio Deus pai todo-poderoso – que é um grandessíssimo filho da puta, diga-se de passagem – que roda o mundo a partir do Texas acompanhado de sua namorada especialista em armas, Tulipa, e de seu amigo vampiro irlandês, Cassidy. À procura Dele – Ele mesmo, EL, ELOAH, ELOHIM, EL SHADDAI, ADONAI, YHWH / YAHWEH / JEOVÁ, JEOVÁ-JIRÉ – que abandonou o paraíso, ele se depara com o Cara de Cu, um garoto reprimido com sérias sequelas de uma tentativa de suicídio motivada pelos abusos que sofreu de seu pai, um xerife durão, e pelo exemplo de Kurt Cobain; o Santo dos Assassinos, um pistoleiro do velho oeste ressuscitado; a família que o criou à base de castigos como ficar submerso num caixão no pântano da Louisiana apenas por falar palavrões; e Herr Starr, protagonista do diálogo acima, que é membro de uma seita superpoderosa encarregada de resguardar a linhagem do cordeiro, manifesta num garoto retardado descendente direto de Jesus Cristo destinado a ser o novo Messias.

Preacher está prestes a ser adapatado para a TV pela mesma emissora responsável pelos grandes sucessos de crítica e público “Breaking Bad” e “The Walking Dead” – esta última igualmente originária de uma série em quadrinhos. É publicada atualmente no Brasil de forma impecável, em capa dura e papel couchê com impressão de primeira, pela Panini Comics.

Desnecessário dizer que recomendo muito.

A

#

preacher tumblr_mwqw2p8Jis1qfxwtoo1_1280

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: